Leia vários depoimentos de pacientes que venceram a luta contra o cancer!
 
 
 
 
 
 
 

Medicamentos de tumores cerebrais podem ajudar a estimular o retorno de câncer

Mas compreensão sobre como isso acontece pode levar a maneiras de contornar isso, dizem os pesquisadores

5 de Março, 2009, por Notícia DiadaSaúde (Healthday)

 

Temozolomida, um tratamento padrão para câncer de cérebro, pode aumentar a agressividade das células cancerosas sobreviventes, tornando mais provável a recorrência do tumor, sugere um novo estudo.

A equipe de pesquisa, do Centro de Câncer Memorial Sloan-Kettering, em Nova York, identificaram células em tumores cerebrais chamadas gliomas que têm qualidades semelhantes a células-tronco e são capazes de sobreviver a quimioterapia com a ajuda de uma proteína específica. Estas células sobreviventes tornam-se resistentes a drogas, e pode ser a razão pela qual tratamentos de canceres do cérebro são geralmente mal sucedidos.

"Células parecidas a células-tronco são encontradas em tumores cerebrais, e as mutações que ocorrem em tumores de alto grau promovem o carácter de células-tronco de células tumorais", explicou o pesquisador Dr. Eric Holland, diretor do Centro de Câncer Memorial Sloan-Kettering. "Além disso, a terapia padrão para tumores cerebrais -- embora benéfica contra muitas das células tumorais -- realmente promove a característica de células-tronco nas células que sobrevivem."

O relatório foi publicado na edição de 06 de Março da revista americana Célula-Tronco-Célula (Cell Stem Cell).

De acordo com a Sociedade Americana de Cancer, cerca de 22.000 americanos foram diagnosticados com um tumor maligno do cérebro ou da medula espinhal em 2008, e mais de 13.000 morreram destes canceres.

Tumores cerebrais também ganharam destaque no ano passado depois que o senador Ted Kennedy (democrata de Massachusetts) foi diagnosticado com um tipo particularmente agressivo de câncer conhecido como um glioma maligno.
Para o novo estudo, a equipe de Holland examinou o papel da proteína ABCG2, que está associada com a resistência a drogas em células cancerosas do cérebro. Esta proteína transporta drogas através da membrana da célula, que iria caso contrário proteger a célula do tumor a partir de quimioterápicos, explicou Holland.

Os pesquisadores isolaram células de camundongos e tumores cerebrais de câncer humanos chamadas glioblastomas. Algumas destas células pareciam ter a capacidade de se renovar e resisterem à quimioterapia, a equipa tem encontrado, e ABCG2 parece ser um marcador para estas células resistentes.

O Grupo de Holland também identificou como a proteína ajuda células tumorais a expulsar as drogas da quimioterapia.

“O tratamento atual para gliomas funciona por um tempo e, em seguida, normalmente falha,” disse Holland. “Essas descobertas podem ser em parte a razão para isso. Há mais de um tipo de célula nestes tumores, e elas respondem diferentemente à terapia que usamos para tratar pessoas.”

Por exemplo, a droga de quimioterapia temozolomida -- que é o tratamento padrão para gliomas – na verdade aumentou o número de células resistentes a drogas. Já que temozolomida não alva ABCG2, esta droga pode tornar células sobreviventes mais resistentes aos tratamentos que têm como alvo a proteína ABCG2, Holland teorizou.

"A vida é complicada, os tumores cerebrais são complicados, também", disse ele.

Dr. Ronald Benveniste é um professor assistente de neurocirurgia da Escola de Medicina da Universidade de Miami. Ele acredita que o estudo apresenta algo realmente positivo, porque aponta para tratamentos novos e mais duradouros contra o cancer do cérebro.

"Clinicamente, o que vemos em pacientes com glioblastoma é que, após a cirurgia, radioterapia e quimioterapia com temozolomida, eles vivem mais tempo e um subconjunto deles irão realmente viver 1 ano, 2 anos ou até mais. E, em seguida, praticamente 100 por cento dos pacientes sofrem uma recaída e ninguém sabe o porquê", disse Benveniste.

Este estudo identifica o mecanismo pelo qual isso acontece, disse ele. "Quando você trata ratos com temozolomida eles desenvolvem doenças recorrentes ainda mais rápido, de modo que a temozolomida causa as células que sobrevivem a agir de uma forma mais agressiva", disse Benveniste.

"No futuro, a recaída após o tratamento com temozolomida poderia ser evitada através da inibição dessas vias", ele especula. "Isso pode abrir portas para o tratamento. Isso é uma coisa emocionante."

 

Kit Caseiro do Protocolo Natural Anti-Cancer

Lutando contra o câncer? NÃO perca tempo! A dieta errada está alimentando o cancer! clique aqui

Aprenda sua dieta e terapias caseiras anti-cancer em formato passo à passo.

 
 

Obtenha seus suplementos dos EUA aqui:

 
 

INICIE HOJE MESMO! Com o DVD você aprenderá sua dieta anti-cancer em menos de 1 hora.

 
 
Cadastre-se na nossa Newsletter e receba grátis "O que as Indústrias do Cancer não querem que você saiba!"

Newsletter

* indicates required

Após cadastrar confirme seu email e receba seu e-book imediatamente. E não se preocupe, você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento!

 
 
 
 

AVISO LEGAL: Todas informações neste site não devem ser consideradas como aconselhamento médico. As informações e os produtos neste site devem ser utilizadas para complementar os tratamentos que lhe foram dados pelo seu médico, e não substituí-los. Consulte sempre seu médico antes de iniciar qualquer programa de dieta ou suplemento. Nosso objetivo é lhe fornecer as melhores informações, produtos e suplementos naturais dietéticos.