Leia vários depoimentos de pacientes que venceram a luta contra o cancer!
 
Falando em familiares ou amigos queridos, você conhece alguém que se beneficiará deste site? Compartilhe abaixo via redes sociais. Eles irão te amar por isso! :)
 
 
 
 

Depoimentos de pacientes que se curaram com o Protocolo Poly-MVA

Leia e aprenda com os verdadeiros especialistas
do Poly-MVA, ou seja, os pacientes que se curaram!

 

João Batista, Araguaina/Tocantins/Brasil, tumor no cérebro

(email da Dirce) "Estou aqui pra falar um pouco sobre o problema de saúde de meu irmão João Batista.

Em Agosto de 2012 foi diagnosticado um tumor em seu cérebro. Em Janeiro de 2013 ele foi submetido a uma cirurgia em Goiânia, onde saiu o resultado da biópsia como Gliomatose Cerebral de grau leve.

Começou a fazer a radioterapia e quimioterapia em Goiânia, e logo em seguida levamos ele pra cidade de Barretos –SP, para uma consulta e possível tratamento. Os médicos de Barretos suspenderam a Radio e Quimio iniciada em Goiânia, por não estar surtindo nenhum efeito, uma vez que o tumor estava novamente muito grande. Marcaram uma nova cirurgia o que veio a acontecer em 27 de maio. Após essa cirurgia meu irmão ficou uns dias internado, sentindo muita tontura e ânsia de vômitos. Depois da alta do hospital, ele não teve muitas melhoras, voltou a se internar pois estava se sentindo muito mal.

Depois de uns 15 dias, internado no Hospital de Câncer em Barretos, meu irmão não estava mais conseguindo andar, falava algumas palavras com dificuldades, não aceitava mais alimentação, sentia tontura e ânsia de vômito, e raramente reconhecia as pessoas mesmo que da família.

Na cabeça de meu irmão tinha se formado uma bolsa de água entre o couro e o osso, deixando um volume que se parecia com uma bola. No dia 28 de junho a equipe de médicos chamou os familiares e comunicou que meu irmão não ia mais fazer quimio e nem radio, pois não tinha mais efeito, a doença tinha se multiplicado, usou a palavra irradiado. Não tinha mais tratamento pra ele. Naquele mesmo dia eles transferiram meu irmão pra um hospital de tratamento paliativo, já que ele estava mesmo muito ruim. Mas naquele mesmo dia ao chegar no hospital de tratamento paliativo eu comecei a dar os suplementos do protocolo poly mva, sem informar aos médicos, pois eles não acreditam em tratamento natural...

Bom... segui dando os suplementos como manda o protocolo, e por incrível que pareça, já no terceiro dia, meu irmão sentou na cama e começou a pedir pra tomar sol. Levamos ele pra tomar sol, e ele já conseguiu falar um pouco, e já começou a reconhecer as pessoas, e perguntou onde estava. Explicamos que tinha mudado de hospital, no que ele disse que não se lembrava de nada do que estava se passando.

Continuamos a dar os suplementos e de pouco a pouco fomos vendo as melhoras ir acontecendo. Recebeu alta do hospital já prontamente andando, ainda com ajuda de alguém pra se afirmar, falando normalmente e se alimentando.

No dia 23 de Julho, ele voltou ao médico pra revisão, e a médica quando viu meu irmão levou o maior susto e disse: “Seu joão!!! O Sr. Está bem.... o que houve? Eu não esperava ve-lo assim tão bem. Sendo assim vamos retornar a quimio, pq vc está muito bom.”

Resultado: a médica solicitou a volta da quimio, hj meu irmão está com o corpo totalmente desinchado, a bolsa de água que tinha na cabeça acabou, e meu irmão está se alimentando bem, andando livremente e conversando, contado estórias e rindo muito. Estamos aguardando uma nova ressonância pedida pela médica, pra retornar a fazer quimio.

O que penso que quando fizerem a ressonância vão ter uma grande surpresa.
Logo que sair o resultado volto a escrever. E mandar fotos dele já curado.
Gostaria que esses suplementos fossem usados pelos médicos aqui do Brasil, pois muita gente que sofre de câncer poderá se beneficiar e com mais facilidades.
Agradeço a equipe do site www.curasdocancer.com que muito me ajudaram e continuam ajudando." – Dirce, Araguaína, TO, 30/07/2013

2 de Fevereiro, 2014: Recebemos notícias maravilhosas. O João ganhou vida nova e agora pela 1a vez já está agora dirigindo, e super feliz!

June, 2014: Meu irmão esteve em Barretos mas ja está melhor, ja voltou pra casa de novo. Os suplementos tem feito a diferença na vida dele. Se vai cura-lo totalmente, nao sei, mas que tem dado qualidade de vida a ele, isso sim.

"ELE ESTA CADA VEZ MELHOR. FIZEMOS UM VIDEO DELE DIRIGINDO E POSTAMOS NO FACE."

João Batista ANTES (Janeiro 2013)
DEPOIS (2 de Fevereiro, 2014)

"Obrigada Ursula, realmente meu irmão esta bem. Com a Graça de Deus que é perfeita, e que nos deu a direção quando nos mostrou o site curas do cancer."

 

Ronny Rudley, câncer de pulmão

"Eu quero que todos saibam que eu sou agora 3 anos curada de câncer de pulmão!! Quando me disseram que eu tinha uma massa no meu pulmão, a primeira coisa que eu fiz quando eu voltei para casa foi para contatar Poly-MVA! O PolyMVA ajudou a salvar minha vida. Eu comecei um regime de Poly-MVA juntamente com COQ10, detox do fígado, cálcio, e um suplemento de apoio imunológico. Após 3 meses, o câncer de Fase 2 foi reduzido a Fase 1. E aqui estou eu, 3 anos depois! O exame do meu sangue foi mais baixo do que nunca, e o PET Scan é tão claro como um sino. Obrigada novamente e novamente pelo apoio que o Poly-MVA deu ao meu corpo na minha luta contra o câncer!"

Mark Olsztyn, tumor cerebral

"Em 1997, recebi a notícia que o meu tumor cerebral tinha voltado com grande pavor e choque. Meu pai, um médico envolvido na medicina alternativa, enviou-me a minha primeira garrafa de Poly-MVA. Iniciei com o Poly imediatamente, juntamente com os tratamentos convencionais. Desde então, tive exames de ressonância magnética (MRI) limpos e eu considero Poly-MVA, juntamente com a minha crença na grande sabedoria de Deus, a serem os pilares da minha recuperação. Em 7 de Abril de 2007, cheguei ao meu décimo ano sem câncer. Eu percebo o quão incrível será olhar para trás neste período extraordinário da minha vida quando minha saúde evoluiu de ruim a boa. "O que não mata te faz mais forte." O câncer tem sido meu companheiro aquiescente, em muitos aspectos, o centro da minha vida. Deu-me um propósito, para sobreviver e dizer a quem quiser ouvir que ele, o cancer, é fraco. Pois ele na verdade pode ser derrotado, encaminhado, ou pelo menos, preso com correntes indefinidamente até que outra coisa venha. Eu acredito que esta declaração se aplica ao Poly-MVA. Eu tenho tomado todos os dias desde aquela tarde de Abril de 1997. Eu tenho feito testes regularmente e a notícia é sempre a mesma. Minha mensagem é para todos vocês desesperados e pacientes com câncer se sentido aterrorizados. Faça tudo o que puder para apoiar o seu sistema imunológico. Esse é o primeiro passo. Seu corpo sabe como erradicar esta doença, ele só precisa de sua ajuda. Você pode precisar alterar radicalmente seu estilo de vida para conseguir vencer. Se assim for, o benefício será duplo. Tome Poly-MVA. Seu corpo irá notar os seus esforços e começar a devolver o favor."

June Black

"Acabei de voltar da Califórnia para a conferência de Controle do Câncer 2007, que foi muito esclarecedora. Foi tão maravilhoso ver tantos outros sobreviventes do câncer e como cada um foi apoiado em seus esforços pela equipe Poly-MVA. As pessoas da empresa do Poly são maravilhosas e estão tentando ajudar tantas pessoas. Gary Matson está em contato com pessoas de todo o mundo em uma base diária, e ele tem sido incansável em dedicar toda a sua vida a ajudar as pessoas e alcança-las através dos benefícios do Poly-MVA. Este viagem realmente me ajudou a ver o quadro inteiro e da imensidão do projeto de tentar educar as pessoas sobre formas de apoiar e melhorar a sua saúde e bem-estar para ajudar seu corpo a ganhar esta guerra. Você vê, o câncer de uma maneira foi um presente para mim. Eu encontrei tantas pessoas maravilhosas e minha jornada me levou para uma jornada de Esperança e Compaixão, um lugar que eu nunca entendi, até que aconteceu comigo. Em meu coração eu oro por todos nós para termos sucesso e ganharmos a guerra contra esta doença temida. Bênções e boa saúde para todos."

Doug Wray, mieloma múltiplo, Fase III

"Eu fui diagnosticado com mieloma múltiplo, Fase III, em 01 de Maio de 2006. Eu comecei em uma combinação de quimioterapia, que eu continuei por 3 meses até 31 de Julho de 2006. Eu tinha ouvido falar de Poly-MVA em uma convenção de Controle do Câncer na qual eu participei em 1999. Eu comprei um livro sobre Complexos de Paládio Lipóico quando voltei para casa do hospital, porque eu precisava fazer algo diferente. Eu telefonei para perguntar sobre o produto, e em 15 de Maio de 2006, eu comecei a usar Poly-MVA. Eu segui um protocolo e ingeri 12 colheres de chá por dia até 01 de Julho de 2006. Neste ponto minhas leituras baixaram de forma muito significativa e eu estava me sentindo melhor. Meu oncologista tinha reduzido a quimioterapia pela metade após meu primeiro mês por causa de neuropatia muscular. A neuropatia diminuiu após duas semanas. Em 1 de Julho de 2006, eu aumentei meu Poly-MVA para 16 colheres de chá por dia. Em Agosto de 2006, a minha leitura de anticorpos foi normal (abaixo de 1440). Em 11 de Novembro de 2006, meus relatórios mostraram que eu estava saudável. Eu continuei a usar Poly-MVA tomando 4 colheres de chá por dia desde então. Desde Junho de 2007 eu tenho me sentido muito bem e não tomo mais medicamentos. Meu teste de sangue é normal."

Michael Dresser, câncer de pulmão Fase 3B

"Em 1997, eu fui diagnosticado com câncer de pulmão Fase 3B. Durante a cirurgia, o médico removeu o meu pulmão direito, parte do forro do meu coração e um tumor de 5cm. Houve câncer residual deixado em meu coração, que era inoperável. Deram-me dezoito meses de vida. Escolhi não ser tratado com a radiação convencional e quimioterapia. Eu decidi, em vez de ir para San Diego para a Centro Médico da Fundação Livingston, onde fui tratado com vacinas em um programa de imunoterapia alternativa. E assim como eu esperava, o tratamento natural foi bem sucedido. Tem sido oito anos desde a cirurgia e, nesses oito anos, eu ainda estou na vacina. Cada ano eu envio uma amostra de fluido para o laboratório e disto eles reúnem a cultura e fazem as vacinas específicas para mim. Mais de um ano atrás, eu encontrei Poly-MVA e tenho vindo a utiliza-lo desde então. No ano passado, quando liguei para o laboratório das vacinas, porque eu não tinha recebido o meu antígeno imunológico, o qual estava atrasado, foi-me dito que eles estavam tendo dificuldade para recolher as bactérias para fazê-lo. Isso significa que meu sistema imunológico estava melhor do que antes, e eles me perguntaram se eu estava estava tomando Poly-MVA. Eu recomendaria Poly-MVA para quem deseja ser mais saudável e ter o melhor apoio nutricional possível, especialmente se os seus sistemas estão comprometidos como o meu estava devido ao câncer. Eu ficaria mais que feliz em contar a minha história em qualquer lugar ou a qualquer momento. Obrigado Poly-MVA por fazer a minha vida um pouco mais segura."

Apresentador de show de radio nacionalmente sindicado

Olivia Jones, Leucemia Linfocítica aguda de células Pré-B

(15 de Maio de 2003) Caro Tim, Eu deveria ter enviado esta história para você há muito tempo para adicionar à sua lista atual de depoimentos, mas o nossa dia-a-dia normal e maravilhoso da vida me atrasou. Aqui está a história de Olivia:

Nossa filha de 3 anos, Olivia, foi diagnosticada com Leucemia Linfocítica aguda de células Pré-B em 30 de Maio de 2001. Dentro de 2 dias após seu diagnóstico ela foi iniciada na quimioterapia no incentivo apressado dos médicos dela. Eles no guarantiram que este tipo de leucemia era “a única a ter já que a taxa de cura era tão alta”. Olivia passou por infusão de quimioterapia, injeções de quimioterapia, medicamentos orais, incluindo esteróides, anti-bióticos e anti-fúngicos por 1 mês, quando fomos ditos que ela entraria em remissão já que a taxa de cura era de 85%! Depois disso planejamos que ela continuasse na quimioterapia por mais 2 anos para manter o câncer longe, o que iria incluir 1 semana por mês de estadia hospitalar para infusão intensiva.

Bem, adivinhe o que aconteceu? Após 1 mês Olivia não entrou em remissão. Em vez disso seu prognóstico se tornou muito pior. Os médicos insistiram em que ela iniciasse em um novo tratamento de quimioterapia imediatamente que seria muito mais agressivo. Fomos informados de que sua chance de recuperação era tão mínima que a sua única esperança era um transplante de medula óssea, com medicamentos pré-op e tratamentos de radiação extensos para preparar adequadamente o seu corpo para a medula óssea do doador.

Enquanto Olivia continuou seus cuidados com o hospital local, aprendemos mais sobre suas chances reais de recuperação e começamos a olhar muito mais desesperadamente para tratamentos alternativos desta doença. Aprendemos que as complicações do transplante de medula óssea poderiam ser tão mortais quanto o próprio câncer. Descobrimos que a maioria das comunidades médicas, e os médicos tradicionais não iriam incentivar a família de uma criança com câncer para olhar, considerar ou (Deus me livre) tentar qualquer tratamento diferente daquele que era atualmente a norma aceita. Procuramos outras opiniões sobre o diagnóstico e tratamento de Olivia nos hospitais em Dallas e Houston, Texas; Orange e Los Angeles, Califórnia, Atlanta, Geórgia, México, até mesmo hospitais da Suíça. Cada opinião era a mesma, que as crianças nunca são tratadas de forma diferente do que a norma aceita pela comunidade médica, por causa de obrigações legais (pais não sendo legalmente capazes de determinar o curso de atendimento de seus filhos menores se indo contra os desejos médicos), ou porque nada alternativo foi provado e documentado para outros considerarem.

Olivia teve um total de 3 ciclos de quimioterapia diferentes e, finalmente, entrou apenas em remissão temporária. Os médicos estavam insistindo que a radiação e um transplante de medula óssea eram os únicos tratamentos que poderiam salvar a vida dela. Eles afirmaram que, mesmo com estes tratamentos, as chances dela sobreviver os 100 dias após estes tratamentos era muito pequena. Se ela sobrevivesse aos primeiros 100 dias, então as chances aumentariam. Seguindo esta notícia então tomamos a decisão de tentar apenas medicinas alternativas, para ver o que iria acontecer. Nós fomos contra o aconselhamento médico e decidimos que Olivia não iria receber a quimioterapia nem o transplante de medula óssea. Nós não recebemos nenhuma resistência de seus médicos quando tiramos ela do programa de tratamento deles. Assim concluimos que eles perceberam que o prognóstico dela era tão ruim que eles assim não iriam questionar a nossa decisão. Infelizmente, temos ouvido falar de muitas outras famílias cujos filhos não foram autorizados a prosseguir com tratamentos alternativos. Em alguns casos, médicos e trabalhadores de serviços de proteção à criança levram famílias ao tribunal para controlar o tratamento.

Nós aprendemos sobre Poly-MVA pelo Dee Simmons, o fundador e presidente do Ultimate International Living, uma compania de produção e distribuição de produtos nutricionais. Esta é uma empresa com a qual meu pai, Gary King, serviu como vice-presidente antes de sua aposentadoria. Fomos também muito encorajados pelo Brian Mullen, outro sobrevivente do Poly-MVA, que tem estado em remissão por vários anos de uma leucemia adulta de força total. Olivia pesava 30 quilos neste tempo e por isso começou a tomar 2 colheres de chá de Poly-MVA diariamente após cerca de 10 semanas do diagnóstico de sua doença. Ela continuou com 2 colheres de chá por dia durante 4 meses e, em seguida, uma vez que estavamos confiantes que a remissão dela era segura reduzimos para 1 colher de chá por dia. Hoje, ela continua em 1 colher de chá para manutenção. Ela também toma Yes Ervas/Essiac e alguns suplementos naturais e nutricionais para crianças. Nós melhoramos a dieta dela com alimentos orgânicos (quando disponíveis), muita água engarrafada, mais frutas, legumes e verduras e paramos completamente qualquer “fast food ou alimentares processados”, incluindo todos os açúcares.

Atualmente testamos os níveis de sangue da Olivia uma vez por mês. Ela ainda está em remissão, ela está ficando mais alta e pesa 45 quilos. Ela já ganhou todo o seu cabelo de volta, tem bastante monte de energia, e está fazendo tudo o que uma menininha de 5 anos faria.

Fomos ditos que a Olivia não iria sobreviver por dois meses se não fizesse imediatamente o transplante de medula óssea, em Agosto de 2001. Estamos entusiasmados para provar que a comunidade médica não sabe tudo. Acreditamos firmemente que nós fomos abençoados com amigos, família, e uma orientação religiosa que nos ajudaram neste desafio que foram os últimos dois anos. Fomos realmente abençoados, um hoje temos um milagre.

Obrigado por toda a ajuda que nos deram.
Kandis e José Jones, McKinney, Texas

Marjorie Cudney, carcinoma ductal invasor

"Eu fui diagnosticada com uma carcinoma ductal invasor em Setembro de 2008. Estou tão agradecida que eu tinha conhecimento do Poly-MVA, e sou grata por ter sido aceita no estudo Qualidade de Vida. Este programa que eu segui é definitivamente um benefício e bênção para a minha qualidade de vida. Eu pretendo continuar no programa de manutenção. Estou me sentindo bem neste momento."

Linda Richart, câncer de mama estádio IIIB

"Eu fui diagnosticada com câncer de mama estádio IIIB, em Maio de 2007. Eu comecei no Poly-MVA imediatamente. Eu tomei uma dose diária alta de Poly por cinco semanas. Depois disso, eu diminui para três dias por semana. Eu também tomei Poly nos fins de semana quatro colheres de chá três vezes por dia. Eu tinha uma forma agressiva de câncer por isso eu ataquei isto muito agressivamente. Eu também fiz quimioterapia. Depois de seis semanas com o Poly e depois de apenas duas sessões de quimioterapia, um ultra-som mostrou que os nódulos linfáticos debaixo domeu braço estavam voltando ao normal. Isto surpreendeu o médico. Eu também nunca ficou doente da quimioterapia. Eu tive náuseas, mas não vomitei. Agora estou livre do câncer e é um milagre após um diagnóstico original que era tão sério."

Daniel Palomino, câncer de cólon

"Eu tenho tomado Poly-MVA desde antes de minha cirurgia para câncer de cólon em Maio de 2008. Antes da minha cirurgia, passei por quimioterapia e radiação, que foram muito pesados no meu sistema. Eu tinha dores ósseas e musculares, perda de apetite e uma incrível quantidade de fadiga. Agora que eu tenho estado tomando Poly-MVA por alguns meses, eu posso realmente dizer que ele fez uma grande diferença. Estou de volta à quimioterapia pós-cirurgia, mas eu não estou tendo problemas com efeitos colaterais como eu costumava ter. Eu tenho muito mais energia do que eu tinha antes. Na verdade, antes da minha cirurgia, eu costumava passar 1/3 do dia recuperando devido à fadiga. Agora, eu ando 2 a 3 quilômetros por dia e vou a academia 3 vezes por semana. Poly-MVA me deu a energia que eu preciso para ter de volta a minha vida. Obrigado!"

Joe Rinaldis, câncer de próstata

"No ano passado eu pedi ao meu médico que ele me checasse para problemas da próstata. Após fazer isso, ele sugeriu que eu visse um urologista. Eu me recusei a ir a um médico convencional e optei por ver um Naturopata. Esta pessoa era bem conhecida assim como apta e disposta a tratar e apoiar doentes com problemas de saúde de uma forma natural. Imediatamente ele me colocou no Poly-MVA, juntamente com outras abordagens. No mês passado, voltei para o Naturopata e fui dito que não havia mais nenhum vestígio de qualquer tipo de câncer ou outros problemas com a minha próstata. Que boa notícia! Poly-MVA foi, de todas as abordagens que tentaram, a opção mais usada para contribuir para a minha cura. Eu recomendaria a qualquer um que tem qualquer tipo ou nível de problemas de saúde, mas deixe um profissional aconselhá-lo sobre isso. Estou muito feliz com o resultado do Poly-MVA. Obrigado ao meu Naturopata e que Deus abençoe seus esforços em ajudar as pessoas a ficarem melhores usando abordagens naturais, como Poly-MVA."

Joseph Centofanti

"Meu pai, com 92 está indo muito bem, considerando o que ele passou no inverno passado. Depois de chegar em casa do trabalho à tarde, na primeira semana de Dezembro, ele caiu em seu quarto, bateu a cabeça e as costelas no umidificador, se arrastou até o outro lado de seu quarto para chegar ao seu telefone celular e telefonou para mim. Felizmente eu estava muito perto, mas telefonei para o 911 [emergência nos EUA] antes de eu chegar lá. Ele fraturou estenose da válvula mitral. Ele entrou e saiu do hospital várias vezes, conseguiu se reabilitar com sucesso e foi liberado. Nós o levamos diretamente do aeroporto para embarcar em um vôo para a Flórida, onde achávamos que ele teria uma melhor chance de recuperação com o clima ensolarado. Durante tudo isto eu consegui que ele tomasse Poly-MVA tão frequentemente quando possível, ele nunca foi incomodado com qualquer um dos sintomas de seu câncer ao longo deste calvário. Ele está cerca de 6 anos pós diagnóstico, sem vômitos, diarréia ou o crescimento de seus tumores, ele está melhorando, precisando de muita atenção, mas agora indo para a fisioterapia 3 vezes por semana e conseguindo ir trabalhar algumas horas, 2-3 vezes por semana. Eu atribuo sua recuperação para os benefícios que ele recebe do Poly-MVA, juntamente com alguns dos outros suplementos que Dr. Forsythe recomendou. Eu acredito que a maioria das pessoas feridas da idade dele nunca teriam se recuperado do que ele passou e eu sou muito grato que temos um produto desse tipo, como Poly-MVA para ajudar as pessoas a serem o melhor que elas podem ser, apesar de seus cânceres. Eu só queria que ele fosse conhecido e disponível para todos que precisam. Meus sinceros agradecimentos e cumprimentos."

Catherine Cheyssial, pai se curou do cancer do cólon

"Estou educada em Poly-MVA. Não estou apenas educada em Poly-MVA, mas eu tenho uma forte dose de ceticismo saudável e dei o que eu acredito ser uma olhada muito objetiva e imparcial neste produto. Eu acredito em Poly-MVA. Meu pai é a prova viva. Quando meu pai ficou doente com cancer do cólon e não era um bom candidato para a quimioterapia, fiquei arrasada. Seu cólon havia rompido e ele estava em sepse completa. Ele mal sobreviveu isso. As infecções que tomaram o seu corpo lhe rendeu muito fraco para passar por quimioterapia. Eu pesquisei tudo o que pude em termos de tratamentos alternativos. Rezei também porque eu acredito no poder de cura da oração. Eu pesquisei tudo de bom e de mau. Em seguida tomei um passo adiante. Eu contatei as pessoas que realmente usaram o produto e entrevistei elas. Tomei um passo adiante. Fui aos escritórios do Poly-MVA e entrevistei o médico. Eu fiquei nada menos do que surpresa. Eu li a ciência por trás do produto e os resultados são impressionantes para muitos que têm usado ele. Falei com minha família sobre isso. Eu também levei para o médico de meu pai com a lista de ingredientes e ele aprovou-o como um suplemento para o meu pai. Eles até mesmo administraram a ele no hospital. Vou lhe contar sobre a nossa experiência com Poly-MVA. Eu nunca vou esquecer o dia que meu pai tomou a primeira dose. A enfermeira teve que administrá-la em um tubo de alimentação, porque ele não era capaz de engolir no momento. Isso realmente o ajudou a se sentir melhor quase imediatamente e houve melhora evidente em seu nível de energia. Você podia ver em seu rosto. Ele se sentou na cama e colocou as mãos atrás da cabeça como ele costumava fazer em casa assistindo televisão. Ele começou em um regime de tomar Poly várias vezes ao dia. Para fazer uma longa história curta, o tumor de meu pai passou de 10 cm a 7 cm em seis meses, sem quimio com o Poly-MVA . Ele infelizmente não morreu de câncer, mas de infecções terríveis que foram resultado de uma ruptura de cólon. Mas sabemos que se não fosse para a sepse meu pai teria tido uma chance excelente para derrotar o câncer com a ajuda de Poly-MVA. Durante os últimos meses de sua vida, ele continuou a tomar a Poly-MVA e realmente ajudou a sua qualidade de vida. Ele se sentiu muito melhor com ele e quando ele não tinha-lo podíamos dizer a diferença. Eu não só sou educada sobre este produto, eu vivi isso e eu sou uma crente. Eu mesma o tomei só para mim ver que tipo de efeito teria em uma pessoa saudável. Os efeitos foram bastante espetaculares em termos de nível de energia. Para aqueles de vocês que talvez não saibam sobre Complexo Lipóico de Paládio, é bastante notável. Tem um sistema de entrega surpreendente diretamente ao centro da saúde, bem como ao centro das células não saudáveis. Todas as células. Para as células que são saudáveis, ele otimiza o nível de energia. Se você está se perguntando sobre Poly-MVA, por favor, aprenda mais com aqueles que têm tomado e tiveram resultados positivos. Há muitos e eles não são pagos. Eu não sou paga. Eu descobri sobre Poly enquanto eu estava pesquisando outra coisa. Quando li essas mensagens acima, eu senti que eu tinha que iniciar rapidamente e em seguida formular a minha própria opinião. Espero que isso ajude alguém que pode estar se perguntando, mas pode ter uma dose saudável de ceticismo, como eu, mas pode não ter todos os fatos. Faça sua pesquisa, converse com as pessoas e aprenda o máximo que puder. Muitas pessoas têm sido ajudadas por este produto."

Edward E Freed, câncer raro chamado Apócrinas

"Quando eu fui diagnosticado com câncer, minha família ficou devastada. Primeiro, os médicos não tinham idéia de que tipo de câncer era, mas se inclinaram para um tipo chamado Apócrinas. Em seguida descobri exatamente 38 pessoas no mundo que tiveram este tipo de câncer antes que eu tenho agora, e que nenhuma dessas pessoas havia sobrevivido. A próxima coisa que eu descobri era que o povo médico não tinha a menor idéia de como tratar este tipo de câncer. A decisão foi tomada a tratar-me como se eu tivesse câncer de mama masculino e disseram me que não tinham idéia de como isso ia se dar, tudo o que podiam fazer era cruzar os dedos e esperar o melhor. Um ministro Batista da Flórida que eu não conhecia mas que ouviu sobre mim a partir de sua filha, a qual era uma amiga da minha filha, entrou em contato comigo e me contou sobre Poly-MVA. Ele me disse que ele e outros três homens de sua paróquia todos tinham sido diagnosticados com diferentes tipos de canceres terminais e cada um foi dito para se organizarem enquanto tempo e mandados para casa para morrer. Ele me disse que cada um deles começou a tomar Poly-MVA e agora três dos quatro já estão em remissão e o quarto viveu cerca de quatro anos antes de seu câncer finalmente ter reivindicado sua vida. Eu tomei uma decisão ali que eu iria usar este produto para a minha saúde. Eu também explalhei a notícia sobre Poly-MVA a alguns outros enquanto eu estava passando por tratamentos de radiação. Um destes homens também começaram a usar o produto. Hoje Ele e Eu estamos ambos aproveitando a vida. Eu estou convencido que este produto, Poly-MVA, é a razão pela qual eu estou escrevendo a carta para você hoje. Obrigado Poly-MVA."

Chase Bockhahn, filha se curou de Osteossarcoma

"Minha filha Chase foi diagnosticada com Osteossarcoma em Outubro de 2005, 7 anos de idade. Ela começou a quimioterapia imediatamente para o resto do ano, lutando com náusea e vômito (vômito até 10 vezes durante a administração). No início de 2006, Chase fez uma cirurgia e seu joelho esquerdo e fêmur parcial esquerdo foram substituídos. Descobrimos sobre Poly-MVA logo após a cirurgia e começamos a quantidade sugerida de Poly-MVA para o peso dela. Ela voltou em quimio 3 semanas após a cirurgia e o efeito imediato que notei foi que as náuseas/vómitos tinham diminuído substancialmente. Ela talvez vomite uma vez durante o tratamento ou talvez não em geral. Seu nível de energia era muito maior... o dia após o tratamento se tornou mais fácil e, em seguida, ela estaria de volta a 90%+ dentro de dois dias. Seu bem-estar geral era muito mais forte e ela (tenha em mente a sua idade) cresceu 1/2 polegada durante a sua quimioterapia. Tratamento o qual durou um total de 9 meses. Este mês será o nosso quinto ano desde o diagnóstico. Chase agora tem 12 anos e ainda está tomando Poly-MVA (dose de manutenção de uma colher de chá diariamente e CoQ10) e continuará a fazê-lo. Ela é uma menina muito ativa, que joga vôlei, esqui cross country, golfe e esta primavera passada correu pista. Eu sinto que Poly-MVA ajudou a Chase a se sentir melhor durante a quimioterapia, mas também ajudou seu corpo a se reparar após a quimioterapia. Chase também teve 4 cirurgias totais para ajustar seu fêmur esquerdo para acomodar o crescimento, bem como meses de fisioterapia depois. Eu sinto que Poly-MVA ajudou a recuperar o seu sistema de cada vez e continua a mantê-la saudável." Andrea Bockhahn, mãe da pequena Chase

Mary Bonser, câncer de ovário estágio 3

"Em 13 de Setembro de 2010 eu disse, NÃO quero quimioterapia! Para os fabricantes de Poly-MVA, eu só queria deixar esta mensagem de agradecimento e apresentar as minhas experiências para o seu produto maravilhoso: Em Janeiro de 2007 eu me tornei muito doente e foi diagnosticada com câncer de ovário estágio 3. Na idade de 55 com toda a minha vida na minha frente, isto não foi uma boa notícia. Eu tive a cirurgia para remover um tumor muito grande e estava programada para começar um regime de quimioterapia agressiva já que o câncer tinha se espalhado. Mesmo com a quimioterapia eu estava ciente de que o prognóstico não era animador. Perguntei ao cirurgião/oncologista se havia alguma outra maneira de tratamento. Ele afirmou, enfaticamente: "Não, se houvesse eu saberia!" No entanto, com fé em Deus como minha força e com a ajuda de um médico Naturopata local eu tomei um caminho diferente. Eu sempre respeitei o meu corpo que Deus me deu e sabia que tinha que haver uma maneira mais gentil... suave para a cura e saúde completa do que venenos horríveis, como a quimioterapia. Após a cirurgia e o diagnóstico do médico eu estava muito exausta, mentalmente, fisicamente e espiritualmente, mas eu não estava prestes a desistir. Depois de alguns dias sentindo pena de mim mesma eu balancei tudo isso para fora e abracei a palavra de Deus com respeito à cura, como se a minha vida dependesse disso e depende. Eu li que, "Jesus, levou minhas enfermidades e carregou minhas doenças e pelas Suas pisaduras eu fui curada", bem como muitas outras escrituras. Quando me acomodei em meu espírito que Deus não era a fonte da minha doença, na verdade, Ele queria que eu tivesses saúde tanto quanto eu queria, então eu visitei minha Naturopata e começamos um programa de suplementos alimentares e mudanças destinadas a encorajar o bem-estar no meu corpo e, gradualmente, comecei a ganhar força física. Um dos suplementos que a minha Naturopata altamente recomendou foi o Poly-MVA. Antes de tomar Poly eu tinha muito pouca energia ou resistência. Eu tinha acabado de passar por cirurgia de grande porte e que tudo que fazia era um grande esforço. Mas, notei uma grande mudança na minha condição física e emocional, quando comecei a tomar o Poly, 2 colheres de chá de manhã e de noite. Após cerca de um ano eu ainda estava ganhando, mas muito lentamente e meus relatórios do laboratório foram começando a indicar uma tendência de retorno do cancer. Isso era inaceitável! Entrei em contato com o Poly e eles recomendaram o aumento da dosagem. Então, eu aumentei a dose para 5 colheres de chá em um pouco de água, manhã e noite com COQ-10. Dentro de alguns dias notei uma grande melhora física. A tendência do cancer voltar diminuiu, mas não esmoreceu. Foi então que eu soube que Andrew Wommack, um pastor de Colorado, estava trabalhando na fronteira em um estado vizinho. Eu vinha a ouvir o seu ministério de cura para mais de um ano. Fiz a viagem ao seu encontro e recebi uma oração dele naquele momento. Isso foi em Agosto de 2008. Desde então, tudo melhorou! Os marcadores de câncer estão dentro dos limites normais e ainda caindo e todos os outros testes de laboratórios são muito "normais"! A maioria das pessoas ficariam encantadas de ter os meus resultados de laboratórios. Eu sou tão saudável como um cavalo. Meu peso é excelente. Meu nível de energia é excelente e onde meu marido e eu temos três empresas e possuo cargo eletivo na minha cidade eu preciso de toda a energia que eu possa encontrar. Acredito que é nisso onde Poly-MVA tem sido o mais útil. Deu-me a energia e resistência para permanecer positivao e esperançosa em relação a minha cura e minha saúde. Ainda estou tomando Poly-MVA, 2 colheres de chá de manhã e de noite, e continuarei a fazê-lo. Tem sido quase três anos e meio desde o diagnóstico e apesar do fato de que o cirurgião/oncologista afirmou que eu não duraria 6 meses sem quimioterapia ainda estou aqui e curtindo cada dia da minha vida. Eu nunca estou doente, graças a Deus! Quero agradecer por este produto. Na minha opinião qualquer um na minha situação envolvendo o câncer poderá melhorar usando Poly-MVA. Agradeço a Deus por vocês. Atenciosamente, Maria Bonser"

Carol Velazquez, câncer de útero estágio 3

"Em Dezembro de 2009 eu fui diagnosticada com câncer de útero estágio 3. Eu quero dar esperança às pessoas que estão lidando com o câncer. Médicos tiveram uma boa reunião sobre mim, eles disseram que eu era uma senhora muito doente, o sangue muito baixo, eles me iniciaram em radiação após a operação. Um amigo me contou sobre Poly-MVA e meu hemograma subiu para normal. Meu checkup anual diz que eu estou indo bem. Minha mensagem é que, quando estamos a perder todos os apertos, não importa o que estamos a atravessar, o Senhor é o nosso refúgio. Deus os abençoe."

Gene Johnson, câncer da bexiga

"Em 8/8/09 após cortar a grama usando um cortador de grama por 2 horas, fui urinar e estava passando sangue. Eu fui ao meu médico regular e ele imediatamente fez uma consulta com o Dr. Lange do grupo de urologia. Depois que eles testaram uma amostra da minha bexiga eles encontraram um tumor canceroso enorme na minha bexiga. No dia seguinte eu estava em cirurgia para removê-lo. Eles não podiam remover tudo por medo de machucar a parede da bexiga. Um mês depois, eles voltaram para cirurgia com sucesso, dois meses depois, cirurgia mais uma vez novamente. Eles sugeriram um tratamento de quimioterapia para a bexiga. Enquanto isso, me tornei familiarizado com o Dr. Jerry Vin, que morava do outro lado da rua de mim. Eu comecei no Poly-MVA como recomendado. Eu não quiz tomar o tratamento de quimio! Tive feito exames periódicos a cada 3 meses, em seguida em seis meses. O cancer não reincidiu! Nos últimos 6 meses eu estou agora usando Poly-MVA em uma dose de manutenção todos os dia. Estou tão feliz de ter a paz de espírito que eu estou fazendo algo positivo para o meu corpo através do programa de manutenção! Obrigado Poly-MVA pelo seu programa de pesquisa! Eu tenho 75 anos e ainda estou vivo."

Sheryle Sigman, câncer no cólon, linfonodos e fígado

"Estamos muito felizes por ter descoberto Poly-MVA na internet cerca de 1 anos e meio atrás. Meu marido e eu achamos que a adição de Poly-MVA ao meu protocolo de câncer de apoio tem feito uma grande diferença na minha melhoria e bem-estar geral. Eu tive a cirurgia de cólon em Maio de 2008 para remover um pólipo canceroso e fui dita que o câncer tinha se espalhado para 2 linfonodos e eu tinha 4 pontos sobre o meu fígado. Eu estava no estágio 4 e fui dita que a minha única esperança era encolher os pontos através da quimio e ter cirurgia para removê-los. Me disseram que as manchas não iriam ir embora. Nós recusamos a cirurgia embora eu tenha feito muitos tratamentos de quimioterapia depois de cerca de 6 meses. Uma tomografia revelou que 2 pontos tinham desaparecido e os outros 2 tinha encolhidos 85-90%. Louvado seja Deus! Em minha visita mais recente, o médico disse que não conseguia encontrar câncer em meu corpo! O cancer não tem que ser uma sentença de morte, acreditamos que Deus colocou minerais curativas naturais, vitaminas, aminoácidos e ervas na terra que podem ajudar a humanidade a superar esta doença mortais. Recomendamos Poly-MVA ao regime de cura de qualquer pessoa. Não desista! Nada é impossível."

Donald Miller, câncer no sangue CML

"Comecei a tomar Poly-MVA em Julho de 2006 porque estava me sentindo cansado o tempo todo, então o Dr. que eu estava vendo me indicou a tentar Poly-MVA e ver se ele iria ajudar com o meu cansaço. Eu comecei a sentir um pouco melhor no final do mês, mas em Agosto eu fui diagnosticado com câncer no sangue CML e o Poly-MVA não parecia ter feito um impacto sobre o problema, mas com a necessidade de tomar quimioterapia eu notei que ao tomar a Poly-MVA, eu não parecia estar doente como eu tinha ouvido que outras pessoas haviam ficado. Eu acho que o Poly-MVA me ajudou muito com a parte de doença do meu tratamento. Obrigado por este medicamento."

Jack M Kelley, câncer na próstata e coluna vertebral

"Eu fui diagnosticado com um possível câncer de próstata em 15 de Novembro de 2005. Neste momento eu fui encaminhado a um urologista para verificar o meu estado. Ele disse que com o meu nível de PSA de cerca de 73 e os resultados de uma DRE que eu provavelmente tinha câncer e queria fazer uma biópsia da minha próstata. Isto foi agendado para a noite da Sexta-feira seguinte. Fui para casa e comecei a pesquisar na internet para obter informações e eu decidi não ter uma biópsia, telefonei e cancelei a visita ao médico. Por volta da mesma época eu entrei em contato com CTC da América em Zion, IL. Eu estava marcado para uma visita em 26 de Janeiro de 2006. Durante minha pesquisa da internet eu encontrei vários tratamentos alternativos que eu decidi poderiam ser de valor no futuro, um dos quais era Poly-MVA. Antes da minha consulta com o CTC, o meu médico de família me pediu para fazer um exame ósseo para ver se o câncer tinha se espalhado ou não. Eu fiz isso e descobri que o cancer tinha se espalhado nas minhas costas e costelas do lado direito. Quando fui para o CTC para a minha avaliação no dia 26 de Janeiro de 2006 uma tomografia computadorizada que foi feita revelou um grande tumor crescendo no meio das minhas costas. Eu estava programado para uma operação para remover este tumor no dia 13 de Fevereiro de 2006. Quando este foi removido verificou-se que estava envolvido em 2 vértebras do lado direito da minha coluna vertebral e quase crescendo em minha medula espinhal. O tumor foi removido, as partes de duas vértebras substituídas e duas hastes titnium colocadas criando pontes em minha seção espinhal torácica. Estes são mantidos no lugar por seis parafusos da haste esquerda e quatro à direita. Passei cerca de 11 dias no hospital e foi liberado para o tratamento de CTC. Recebi 14 tratamentos de radiação durante os próximos 5 semanas e foi mandado para casa e dito a voltar dentro de um mês. Eu fui dado Casodex, Avodart, e Lupron para a próstata e Zometa para os ossos. Ao longo dos próximos meses, meu PSA caiu para algo abaixo de 2, mas começou a subir no final de 2006. Em Maio de 2007, o oncologista do CTC queria que eu começasse a tomar Ketoconozol e Hidrocortisona para parar a produção de testosterona pelas minhas glândulas supra-renais. Eu decidi não fazer isso devido aos possíveis danos ao fígado que poderiam ocorrer. Eu decidi a começar o Protocolo Poly-MVA. Comecei a tomar Poly em 7/7/07 com um psa de cerca de 23.
O meu PSA subiu constantemente até chegar em 87,12 em Janeiro de 2008, a tal ponto o qual eu finalmente cedi à recomendação do meu médico e comecei a usar Cetoconazol e Hidrocortisona. Exame de sangue em fevereiro mostraram uma diminuição na psa para 48,534. O exame de sangue de Março mostrou uma psa de 36,27, mas o ALT (TGP) e AST (TGO) saltaram fora da faixa normal para 94 e 92, respectivamente. Em 12 de Abril de 2008 comecei um protocolo fito-nutriente/ proto-morfogénio para melhorar o meu sistema imunológico. Em Abril, a ALT e AST cairam para 76 e 46, respectivamente, o PSA também caiu para 24,99.
Desde então, o PSA tem variado de cerca de 18 a 22 e o ALT e AST retornaram ao valor normal. Eu reduzi meu uso do Poly a uma dose baixa de manutenção no ano passado e continuo a tomar Poly como parte de meu tratamento auto-administrado. Durante todo o tempo que eu tinha câncer tenho tomado suplementos recomendados pelos médicos Naturopatas no CTC. Não tive efeitos colaterais de qualquer tipo proveniente do Poly e sinto que me ajudou a manter meu sistema forte o suficiente para manter o câncer sob controle. Obrigado a todos com o Poly-MVA que trabalharam comigo durante o meu tempo de necessidade. Espero termos uma longa amizade. Obrigado"

Wendy Jae, endometriose

"Já faz mais de dois anos agora de uso do Poly-MVA que provou ser uma experiência 100% muito curativa. Tomei Poly-MVA para a minha saúde com endometriose e tenho estado tomado desde Junho de 2006. Minha dor física tem descido de sendo uma dor grave nota 10 a ser menos que nota 1 quase nem sentindo quando tomando doses de agora 2 colheres de chá a cada dia, antes ou com o cafe da manha. Atualmente estou ajustando minhas doses entre 1-2 colheres de chá todos os dias agora. Os marcadores tumorais em meus exames de sangue caíram para metade e meu último exame de sangue foi em Abril de 2008, que mostrou zero. Muito legal! Eu agora vou continuar a usar esse recurso para manter a minha saúde em geral e eu acredito que este suplemento pode ajudar cada ser humano se permitindo a aceitar essa cura interna. Poly-MVA me salvou de uma cirurgia desnecessária para a endometriose e não tenho como agradecer o Dr. Llamas e sua equipe o suficiente por terem me permitido participar da pesquisa deles de Qualidade de Vida. Eu referi muitos amigos e familiares para darem uma olhada no Poly-MVA como uma opção para uma boa nutrição. Obrigado, muito gentilmente Dr. Llamas e sua equipe, meus cumprimentos.”

Marilyn Watts, câncer de cólon

"Eu fui diagnosticada com câncer de cólon em 2000 e depois de três tratamentos de quimioterapia, optei por descontinuar o modelo tradicional e optei por buscar nutrição e saúde. Em Novembro de 2005 meu irmão foi diagnosticado com mieloma múltiplo e na busca de respostas eu foi conduzido para o Poly-MVA. Meu irmão tem fielmente tomado Poly-MVA desde então. Sua proteína m-spike continuou a cair e finalmente chegou a zero em 7 de Janeiro de 2008 e permaneceu nesse nível desde então. Ele não requer quimioterapia e está indo fazendo muito bem. Ele continua a sua utilização de Poly-MVA. Meu marido e eu começamos a tomar Poly-MVA em Junho de 2006 e continuamos tomando-o como uma medida preventiva. Meu marido foi diagnosticado com câncer de próstata com um escore Gleason de 8 (Março 2007). O médico queria fazer uma cirurgia, no entanto, optamos por continuar com a terapia alternativa, incluindo Poly-MVA e outros métodos nutricionais e saudáveis. Ele está indo muito bem - tem muita energia, é capaz de trabalhar em tempo integral e aproveitar a vida, sem nenhum dos efeitos colaterais mais comuns com os procedimentos médicos tradicionais (impotência, incontinência, etc). O Dr. Llamas tem sido muito útil na nossa jornada ao bem-estar e estamos muito agradecidos por ele e toda sua equipe. Obrigada por todo seu apoio e por fazer Poly-MVA disponível."

Roza Mollova, câncer de mama

"Comecei a tomar Poly-MVA como um suplemento nutricional e dois meses depois comecei a me sentir muito melhor. O suporte nutricional que acredito que me deu como uma sobrevivente do câncer de mama é excelente. Três meses e meio após a primeira garrafa de Poly-MVA, eu me sinto como uma pessoa normal e saudável – cheia de energia! Sei que só uma coisa poderia ter feito isso por mim - e essa é o Poly."

Mary Higgins, câncer de útero

"(19 de Fevereiro, 2007) Gostaria de agradecer pelo produto milagroso Poly-MVA. Eu fui diagnosticado com câncer de útero (sarcoma cancerígeno), que é um tipo muito agressivo de câncer. Eu tive uma cirurgia radical em 4 de Outubro de 2005, e havia a possibilidade de que o tumor poderia ter metastizado no abdômen superior. Fui apresentada a este produto pelo Sr. Charles antes de inciar com a quimioterapia como estava programado. Tomei uma colher de chá de 2 a 3 vezes por dia. Eu nunca tive náuseas ou vómitos. Eu tive aumento de energia e um apetite voraz. Meus resultados de laboratório melhoraram drasticamente nas primeiras duas semanas. Eu compartilhei a informação sobre o Poly-MVA com o Dr. Ramin Mirhashemi, meu oncologista no Hospital Torrance Memorial. Ele ficou tão surpreso com minha recuperação rápida e como eu fui capaz de manter meu peso. Eu acredito que fortaleceu meu sistema imunológico. Durante a temporada de gripes e resfriados não fui afetada. As minhas células do sangue eram normais. Eu sinto que este produto restaurou minhas células, em vez de esgotá-las. Eu compartilhei a informação sobre este produto com outros pacientes e lhes disse para ver o site para mais informações. A enfermeira de quimio estava muito impressionada com os resultados do meu laboratório e disse que eu não parecia como uma paciente com câncer. Eles não podiam acreditar como eu estava me recuperando tão rapidamente. Quando você olha para meus relatórios do laboratório você pode ver a melhora rápida. Eu recebi um milagre e sei que Deus lhe deu a fórmula para ajudar as pessoas com doenças potencialmente fatais para trazer o corpo de volta ao equilíbrio. Eu também fui capaz de tolerar alguns tratamentos de radiação invasivos. Eu aumentei a dose para 2 colheres de chá 4 vezes por dia. Eu havia se recuperado tão bem e tão rápido que eu não precisava mais completar os tratamentos de radiação e quimioterapia que deveriam durar por mais seis meses. Com uma atitude positiva e minha fé em Deus eu sei que Poly-MVA está aqui desta vez para sustentar e apoiar a minha vida. Agora estou fazendo coisas que eu não conseguia fazer por um tempo muito longo. Este suplemento nutricional é verdadeiramente um presente de Deus para nos curar todos. Mais uma vez obrigada a aqueles que diligentemente trabalharam tão duro para o avanço da pesquisa do câncer para fornecer informações e dar esperança às pessoas. Todo mundo precisa de saber sobre Poly-MVA. Obrigada por seus muitos sacrifícios e por não desistir... Deus te abençoe."

Renee Swain RN, APH

"Acabei de receber meu Poly-MVA e agradavelmente encontrei com grande surpresa que eu nem sequer posso tomá-lo à noite, pois me dá tanta energia que eu não consigo dormir! (Eu estava tão ansiosa, que eu tive que tomá-lo logo que o recebi, e não consegui esperar até a manhã!) Agora estou tomando uma dose diária pela manhã, e até agora depois de apenas duas doses minha energia melhorou notoriamente. Obrigada!"

Gary Thomas, câncer de próstata Fase 4 e Elma Thomas, carcinoma de células escamosas

"Em Junho de 2004, minha esposa foi diagnosticada com carcinoma de células escamosas, ela teve um esvaziamento cervical radical modificado e optou por não fazer a radiação que os médicos recomendaram. Ela foi para Reno, Nevada encontrar com o Dr. James Forsythe, MD. Ele colocou ela no Poly-MVA para apoio de seu corpo durante esse tempo difícil e ela o usou por cerca de dois anos. Ela tem exames trimestrais com seu cirurgião e não sofreu qualquer recorrência do câncer. Em Novembro de 2007, eu acabei em cirurgia de emergência espinhal para o que acabou por ser um câncer de próstata Fase 4 e tive um grande tumor removido da minha parte inferior da coluna. Cheguei em casa em uma cadeira de rodas e estava usando um andador. Eu realmente não sei se eu iria ficar melhor. Assim como minha esposa, eu também fui para Reno e Dr. Forsythe me colocou no Poly-MVA e Salicinium. Bem, agora é Outubro de 2008 e eu estou andando como eu sempre fiz, e meus retestes em Junho de 2008 mostrou melhora signicativa no osso e comprometimento de linfonodos. Tenho certeza que sem Poly-MVA para apoiar os nossos corpos, nem minha mulher nem eu estariamos aqui para contar essa história. Obrigado, Poly-MVA e sua equipe maravilhosa- vocês tem abençoado nossas vidas.”

Erik Jay (meu gato, hipertireoidismo e meu pai, colite ulcerativa)

"Tenho duas experiências que eu gostaria de compartilhar, uma humana e uma do meu gato. Deixe-me começar com o gato:
1) Meu gato de dez anos de idade foi diagnosticado com hipertireoidismo, um problema típico para gatos envelhecendo. O veterinário me disse que a terapia nuclear era necessária para combater este problema, caso contrário, acabaria por acabar matando o meu carinha. Ele significa o mundo para mim, então eu queria dar a ele todas as chances de estender sua vida. Falei com minha mãe, que tem vindo a utilizar Poly-MVA com o seu gato por cerca de 1 ano (outra história do veterinário do tipo “ele tem duas semanas para viver”). Ela jura por Poly-MVA e me disse para experimentá-lo. Afinal, o seu gato foi diagnosticado com linfoma e carcinoma FIV e agora testa negativo para ambos. Eu comecei o meu gato em Poly-MVA pouco tempo depois. Minha primeira impressão da equipe do Poly foi ótima, especialmente Tony que me atendeu, ele é incrível. Ontem voltei ao veterinário depois de tratar o meu gato com Poly-MVA por apenas duas semanas. Minha veterinária perguntou se eu tinha ele "nukado" ele ainda. Eu disse que não e que eu estava apenas usando Poly-MVA. Ela suspirou um pouco e balançou a cabeça. Hoje, seus resultados de teste de sangue voltaram completamente normal. Sua pelagem é brilhante outra vez, ele brinca e seus olhos são cristalinos novamente. Escrevo isso com lágrimas nos meus olhos e pela primeira vez em muito tempo, são lágrimas de alegria e eu devo isso ao maravilhoso Poly-MVA. Aconteceu que não era sua tireóide, mas os seus rins, que estava disparando a contagem da tireóide dele. Isto foi descoberto porque uma vez que a contagem da tireóide reduziu, isto parou o mascaramento do outro problema que também está prestes a se corrigir sem nenhuma medicação e apenas com Poly-MVA. Minha veterinária agora está encomendando Poly-MVA na próxima semana.
2) Meu pai foi diagnosticado com colite ulcerativa e tem vivido em dor por muitos meses. Seu médico lhe deu alguns medicamentos anti-inflamatórios muito caros que custam cerca de US $360 por mês após seguro. Com base na melhora do meu gato, do gato da minha mãe e os depoimentos, eu comprei para ele uma garrafa de Poly-MVA. Ele agora tem tomado Poly-MVA durante uma semana. Ele saiu para dançar pela primeira vez em dois meses e não tem em qualquer lugar os sintomas que ele tinha antes. A partir de agora ele irá encomendar por conta própria. Ele parece ótimo. Agora, até eu mesmo estou tomando Poly-MVA por conta própria como uma manutenção e vou incorporá-lo como uma parte da minha rotina diária.
Eu vou admitir que eu era um cético antes de ver o que aconteceu com aqueles que eu amo com meus próprios olhos. Há tantos anúncios falsos e falsas alegações que é difícil diferenciar os verdadeiros produtos dos falsos. Quem está lendo isso, eu quero que você saiba que este não é um produto de falsa declaração. Este é o verdadeiro suplemento de cura. Não é uma cura milagrosa, mas fez o que a medicina convencional não pode fazer para as doenças mencionadas e por muito mais barato também. Estou disposto a falar com qualquer pessoa sobre isso, a qualquer momento. Obrigado por este produto. Obrigado por tudo o que fez para o gato da minha mãe, meu gato e meu pai. Você tem um cliente para toda vida.”

Brian Mullen, Leucemia Linfocítica Aguda

(26 de Junho de 2001) Carta escrita por John Mullen (Pai do Brian) Cura Milagrosa da Leucemia Linfocítica Aguda do Brian usando Poly-MVA

No domingo, 10 de Setembro de 2000, Brian Mullen, 32 anos, foi diagnosticado na Universidade Emory, em Atlanta, Georgia com leucemia linfocítica aguda (LLA), a leucemia estava presente em 98% de sua medula óssea. Os médicos disseram que Brian teria pouca chance de sobreviver o fim de semana. Durante este tempo a Universidade Emory em Atlanta, EUA estava oferecendo um estudo de pesquisa experimental. Se Brian sobrevivesse, ele passaria por tratamento pelos próximos 2+ anos. Mesmo com este tratamento, Brian foi dado uma chance de 40% de sobreviver mais 5 anos.

Tornou-se necessário que nós explorassemos outras instalações de tratamento. Baseado no estado crítico de Brian e sua leucemia agressiva, a clínica American Biologics, com centros em Chula Vista, Califórnia, e Tijuana, no México, foi a melhor opção para tratar a doença de Brian. Nenhum outro hospital estava oferecendo um tratamento individualizado do câncer usando medicina integrativa que poderia ajudar o Brian.

A equipe de médicos na American Biologics escolheu Poly-MVA como um ingrediente chave no protocolo de tratamento para combater a leucemia dele. Brian tomou suas dosagens de Poly-MVA com água com as refeições, e dentro de um mês de tratamento, Brian estava em remissão completa - com 0% de células da leucemia em sua medula óssea. Uma recuperação surpreendente - ultrapassando todas as probabilidades.

Brian continua a este dia a tomar Poly-MVA e está indo muito bem. A química do sangue dele é avaliada a cada duas semanas com exames periódicos de medula óssea. A saúde dele é excelente e está vivendo uma vida normal com sua esposa e filha, em Marietta, Georgia.

Atenciosamente,
Dr. John Mullen

Atualmente, existem mais de 15 formas diferentes de cancer com depoimentos!

Lista de pacientes que se curaram do cancer com o Protocolo Poly-MVA

mais em breve... Para ler depoimentos, clique no nome ou fotos dos pacientes abaixo:

Carcinoma Anaplásico / Tireóide

Diagnóstico: 24 de Abril, 2001
Davey Lee

Carcinoma Ductal Invasor

Diagnóstico: Setembro, 2008
Marjorie Cudney

 
 

Cancer de Bexiga

Diagnóstico: Janeiro de 2004
Marjorie Delin

Diagnóstico: 1996
Nancy C. Farley, Ph.D

 
 

Cancer do Cérebro

Diagnóstico: Agosto 2012
João Batista Alves de Queiroz

Diagnóstico: 21 de Dezembro, 2008
David Sommer

Diagnóstico: 22 de Abril, 2004
Drew Goodman

Diagnóstico: Novembro 2003
Jim Storc

Diagnóstico: 23 de Dezembro, 2003
Savvas Modestou

Diagnóstico: 29 de Janeiro, 2002
Daniel Morrison

Diagnóstico: Maio 2000
Paul Weiner

Diagnóstico: 11 de Dezembro, 2001
Josslyn McClung

Diagnóstico: 18 de Abril, 2001
Danny Dominquez

Diagnóstico: 17 de Março, 1997
Mark Olsztyn

 

Cancer de Mama

Diagnóstico: Maio 2007
Linda Richart

Diagnóstico: 2008
J. Montes

Diagnóstico: Novembro 2000
June Black

Diagnóstico: 26 de Janeiro, 2006
Judith Foester


Diagnóstico: 2 de Dezembro, 2003
Odette Gaud

Diagnóstico: Abril 2004
Marylin Clark-Koenig

Diagnóstico: Janeiro 2003
Gay Hooker

Primeiro Diagnóstico: 1987
Sitha Pina

Diagnóstico: Abril 1998
Claire Fenedick

Diagnóstico: 1997
Rhonda Apperson

Diagnóstico: Abril 1999
Olivia de Haulleville

 
 

Cancer de Cólon

Diagnóstico: 14 de Fevereiro, 2007
L. Jones

Diagnóstico: Abril 2002
Maureen Arnett

Diagnóstico: Maio 2008
Daniel Palomino

 
 

Cancer do Endométrio

Diagnosis: Maio 2001
Esther Oransky

 
 

Leucemia (Todas)

Diagnóstico: 10 de Setembro, 2000
Brian Mullen

Diagnóstico: 30 de Maio, 2001
Olivia Jones

Leucemia (CLL)

Diagnóstico: 2007
WJ Perlmutter

 
 

Cancer de Pulmão

Diagnóstico: Janeiro 2009
Howard Parks

Diagnóstico: Julho 2004
Alexandra Marquart

Diagnóstico: 1997
Michael Dresser
Reporter de série de televisão nacionalmente sindicada

Diagnóstico: Dezembro 2004
Ronny Rudley

Diagnóstico: Abril 2005
Bonnie D. Brooks

Diagnóstico: Setembro 1997
John Flint

Diagnóstico: 2004
Freda Amway

Linfoma

Primeiro Diagnóstico: Fevereiro 1990
Cecil Hayden

Diagnóstico: Outubro 2003
Dr. Svetlana Ribarova, MD

Diagnóstico: Abril 1999
Burt Grice

 
 

Mieloma Múltiplo

Diagnóstico: Agosto 2004
Angelo Volpe

Diagnóstico: Agosto 2004
Janice Barsby

Diagnóstico: Janeiro 2002
Mrs. Nail

Diagnóstico: 1 de Maio, 2006
Doug Wray

 
 

Linfoma Não-Hodgkin

Diagnóstico: 24 de Dezembro, 2004
Tralece Sohrabi

Diagnóstico: Abril 2002
Ellen Rich

Diagnóstico: Janeiro 1998
Vaughn Christensen

 
 

Osteossarcoma

Diagnóstico: Janeiro 2000
Anel Nieto

 
 

Cancer de Ovário

Diagnóstico: Setembro 2007
Nancy B.

Diagnóstico: 10 de Junho, 2002
Carol Black

 
 

Cancer de Pâncreas

Diagnóstico: Agosto 2005
Khleber Van Zant

Diagnóstico: Julho1996
Helen Pichardo

 
 

Cancer de Próstata

Diagnóstico: Novembro 2007
Gary Thomas

Diagnóstico: 15 de Novembro, 2005
Jack Kelley

Diagnóstico: 2007
Douglas Johns

Diagnóstico: Dezembro 2006
Stuart Langdon

Diagnóstico: 2008
Porfirio Loza

Diagnosis: 1998
K .V. Miller

Diagnóstico: 14 de Janeiro, 1996
James Pilley

Joe Rinaldis

 
 

Cancer de Células Renais

Diagnóstico: Dezembro 2003
John Fox

 
 

Sarcoma de Tecido Mole

Diagnóstico: Início anos 70 Veterano do Vietnam
Randolph Brown

 
 

Cancer de Útero

Diagnóstico: 2008
C. Pruzan

 
 

 

AVISO LEGAL: Todas informações neste site não devem ser consideradas como aconselhamento médico. As informações e os produtos neste site devem ser utilizadas para complementar os tratamentos que lhe foram dados pelo seu médico, e não substituí-los. Consulte sempre seu médico antes de iniciar qualquer programa de dieta ou suplemento. Nosso objetivo é lhe fornecer as melhores informações, produtos e suplementos naturais dietéticos.